Árvore pequena, tipo arbusto de até 8 metros, tronco com
casca lisa,
acastanhada a cinza, que se desprende em placas
finas.
Folhas simples, alternas, coriáceas e glabras, pequenas, medem de 5 a 10 cm de
comprimento por 3 a 6 cm de largura, avermelhadas quando jovens.
As flores são hermafroditas, pequenas, brancas-esverdeadas.
É uma fruta pequena, tipo baga, arredondada, de cor amarelada, predominando o
 alaranjado e o amarelo-claro. Polpa esbranquiçada, adocicada, sendo pouco ácida,
suculenta, aromática e adocicada. Contêm muitas sementes reniformes em seu interior.
 Os frutos atraem muitas espécies de pequenos pássaros.
Fructificação primavera e verão.
Fruto do araçazeiro, o araçá tem o seu sabor lembrando um pouco o da goiaba, embora
 seja um pouco mais ácido e de perfume mais acentuado. Tem, também como a goiaba,
 a polpa macia e cheia de sementes sendo, porem, a maioria de suas variedades comuns
 menos carnuda e menos valiosa economicamente. É usado no preparo de sorvetes
 e refrescos e também de um doce muito parecido com a goiabada.
O araçazeiro é utilizado em várias aplicações. Seus frutos de sabor delicioso são
 consumidos ao natural ou usados como ingrediente na produção de doces,
sorvetes e bebidas. Suas folhas e os brotos novos fornecem matéria corante.
 Suas raízes são tidas como diuréticas e antidiarréicas. A casca pode ser utilizada
 para a aplicação em curtumes. Quanto ao aspecto nutritivo, o araçá possui vitamina
 A, B, C, além de altas taxas de proteína e carboidratos. A espécie apresenta potencial
para conquistar um lugar de destaque no mercado nacional e internacional,
 principalmente como refresco natural, podendo ainda ser comercializada
como polpa congelada ou suco engarrafado.
Fonte:http://www.florestalterraverde.com.br/araca/