sábado, 27 de julho de 2013

Arvores Nativas Gonçalo Alves

GONÇALO-ALVES


Nome científico: Astronium fraxinifolium.Nome comum: Gonçalo-alves, chibatã(SP), Aratanha, aroeira-do-campo, batão, cubatã-vermelho, ubatã, guarabú, gomável, jequira(AM). Família: Anacardiaceae.  Espécie pioneira, pode atingir alturas de 8 a 12 m de altura, com tronco de 60-80 cm de diâmetro. Madeira muito pesada, compacta, rija, difícil de trabalhar, de grande durabilidade sob condições naturais, com alburno diferenciado de cor branca. O cerne apresenta listras negras de forma diversas.  Sua madeira pode ser empregada é própria para construção civil e naval, marcenaria, confecção de dormentes, corrimãos, balaustres, mancais, esteios, rodas d’água e portas de fino acabamento. A árvore pelo porte médio e graciosidade de sua copa, é muito útil para o paisagismo em geral, tendo como único inconveniente a perda das folhas no inverno. Planta característica de terrenos rochosos e/ou secos, produz grande quantidade de sementes anualmente, facilmente carregadas pelo vento.  Plante também espécies de características de crescimento: Secundária Ex: Pau Brasil – Caesalpina echinata em bosque tipo mata atlântica, ou Jacarandá Branco – Platypodium elegans em Bosque tipo Cerrado. Climácicas Ex. Jequitibá –Cariniana estrellensis, ou o Cedro Rosa – Cedrella fissilis, em bosques tipo mata atlântica, ou a Sucupira Branca – Pterodon emarginatus em bosques tipo Cerrado. Bioma de ocorrência natural: Cerrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário